Top Menu

Conquistar um bom rankeamento no Google é o desejo da maioria das empresas que estão na internet, independentemente do segmento. Isso porque as melhores posições neste mecanismos de busca são as que recebem mais acessos de usuários e, consequentemente, a chance de conversão é muito maior.

Sendo assim, se você ainda não investe em práticas que para melhorar seu posicionamento na web, precisa mudar esse cenário com urgência. Neste artigo, a Admatic reuniu alguns dos principais pontos de atenção que você deve ter. Veja só!

1. Investir em práticas de SEO é extremamente importante

O primeiro passo é saber o que é SEO e colocar suas ações em prática. A sigla que diz respeito à otimização para mecanismos de buscas é uma das principais técnicas adotadas pelas empresas no meio digital que têm conquistado as melhores posições no Google, e outros buscadores em geral.

Essas técnicas que levam ao bom rankeamento no Google envolvem, principalmente, a produção de conteúdo. Um site que produza um bom conteúdo, em uma quantidade relevante, que faça linkagem interna, adicione atributos alt nas imagens, faça uma boa meta-description e utilize as palavras-chaves adequadamente, tem tudo para conquistar a primeira página de buscas.

O uso das palavras-chaves certas é fundamental. Para saber quais usar, você deve pesquisar pelos termos relacionados com o seu negócio em ferramentas como o Google Adwords e consultar o volume de buscas para cada um deles.

2. Ter uma página segura é fundamental para o rankeamento no Google

Para atingir as primeiras posições, as técnicas de SEO são as mais importantes. Porém, a segurança do seu site contribui muito para elevar suas chances de rankeamento, principalmente quando o Google tem que escolher entre sua página e outra. Se vocês dois estiverem muito bem otimizados, mas a outra página é mais segura, com certeza ela levará os primeiros lugares.

Vale dizer também que o Google faz scans contínuos nos sites. Sendo assim, além dos problemas de segurança, as falhas de infraestrutura, erros de navegação, taxa de rejeição, conteúdo duplicado, pouca credibilidade, entre outros, podem fazer com que sua página vá caindo de posição.

3. Ser uma página relevante também conta pontos

O Google também mede a relevância do seu site. Se você aplica bem os dois tópicos anteriores, provavelmente isso não será um problema. Afinal, a relevância tem a ver com credibilidade, com o que você oferece de conteúdo para os seus consumidores, se há preocupação com a experiência de usabilidade, se existe segurança de dados em sua página.

Esse é o conjunto que vai te levar às melhores posições de rankeamento no Google. Não deixe de aplicar nenhuma delas e sempre aprimore suas técnicas em todos os tópicos listados acima.

Gostou das dicas? Aproveite para compartilhar com seus amigos e conte nos comentários como tem sido sua evolução nos mecanismos de busca!

 

Close