Top Menu

A jornada de compra do consumidor é uma estratégia muito utilizada para aumentar a taxa de conversão de clientes de uma empresa. Através da diferenciação da etapa em que o potencial consumidor se encontra, é possível fazer o direcionamento do conteúdo para suprir suas necessidades e, assim, criar estratégias de Inbound Marketing mais assertivas.

Quais são as etapas da jornada de compra?

Como citamos acima, quando o lead (cliente em potencial) passa a considerar a aquisição de um serviço ou produto, ele entra no funil de vendas, onde cada etapa será fundamental para qualificá-lo e, consequentemente, fechar negócio.

Dessa forma, cada etapa se enquadra em um momento do funil de vendas, orientando qual tipo de conteúdo deverá ser utilizado. Saiba quais são abaixo:

Topo de funil: o topo de funil é uma fase de “aprendizado”. Como os usuários ainda não estão procurando por um produto ou serviço específicos, é importante fazer com que sintam uma necessidade e se interessem pelo que sua empresa oferece.

Meio de funil: o meio de funil é uma fase de “reconhecimento”. Aqui, é essencial produzir um conteúdo que mostre para o consumidor que a sua empresa tem a solução do que ele precisa.

Fundo de funil: já o fundo de funil é considerado a fase de “consideração e decisão”. Essa etapa compara as empresas, produtos e serviços para que os usuários possam concluir a contratação. É o momento perfeito para as equipes de vendas.

Por exemplo: imagine um estudante que deseja passar no vestibular. Na primeira fase do funil, ele busca como pode melhorar as chances de entrar em uma universidade. Na segunda, ele já cogita fazer algum curso de leitura, inglês ou até mesmo filosofia, considerando alternativas para a sua solução. Por fim, na terceira, ele decidiu pelo curso de inglês e busca qual é a melhor escola para solucionar seu problema.

Por que investir na jornada de compra é bom para o e-commerce?

A jornada de compra ajuda a impactar positivamente as vendas de uma empresa de e-commerce, já que a estratégia serve para aumentar a quantidade de informações geradas sobre os clientes, permitindo um trabalho mais direcionado e criando um relacionamento muito melhor entre a empresa e os clientes.

O que achou deste post sobre a jornada de compra? Aproveite para conferir também este texto com dicas de como montar um bom plano de mídia para e-commerce!

Leia também:

Palavras de transição: quais são as vantagens de usar?

Por que é importante ter um gerente de e-commerce?

Análise SWOT: o que é e como fazer

Close