Top Menu

email_admatic_lancamento_ebook_guia_basico_de_mkt_04

Para quem está começando a conhecer o marketing de performance, algumas perguntas comuns podem surgir. Desde definição e aplicação desse tipo de marketing ou até mesmo termos frequentes, mas que nem sempre fazem parte da rotina de um analista de mídia júnior, por exemplo, ou de alguém que se interessa, mas desconhece o assunto.

Pensando em atender estas pessoas, a Admatic criou um Guia básico de marketing de performance para ajudar todo profissional dessa área a entender o fundamental sobre o tema para acompanhar os resultados da empresa.

O que é marketing de performance?

Marketing de performance é quando a intenção com a campanha é gerar uma ação mensurável, ao invés de awareness. Ele permite que as campanhas sejam ajustadas em tempo real ou em pouco tempo conforme os resultados obtidos. Em alguns casos, pode ter o pagamento baseado na ação do consumidor.

Por que o marketing de performance é relevante?

Porque é uma forma de marketing totalmente mensurável e adaptável. Quer dizer: é possível controlar a relação entre o valor investido e o retorno que a campanha gerou em leads, conversões ou novos clientes. Há controle de visualizações, cliques ou conversões geradas a partir da campanha e isso ajuda na hora de entender quais investimentos em marketing dão mais ou menos retorno.

O que é XML?

É a abreviação de eXtensible Markup Language. O XML é um padrão mundial que cria uma estrutura única de linguagem para diferentes sistemas. Como ele consegue se interligar com diferentes bancos de dados, estruturando a informação programada digitalmente, ele facilita a integração do site ou e-commerce com sistemas de automação, incluindo as ferramentas de marketing de performance. Algumas ferramentas de marketing de performance conseguem criar e gerenciar todos os feeds XML das campanhas em um único dashboard.

O que são UTMs?

Estes são métodos de tagueamento que trackeiam (acompanham) a origem do clique. Quando você clica em um anúncio por meio do Facebook, por exemplo, o hiperlink do produto que será exibido para você será personalizado. Eles certamente terão uma terminologia específica indicando, em algum ponto, o nome dessa mídia social. Com isso, as ações que você realizar a partir daquela página, como uma compra, por exemplo, irão registrar que a conversão foi realizada graças ao anúncio que a empresa fez naquela mídia. Exemplo de aplicação de UTMs: http://www.exemplo.com.br/produto/124?utm_source=Buscape&utm_medium=CPC

O que é ROI no marketing de performance?

Retorno sobre investimento. É o lucro total dividido pelo valor investido.

O que é Ad Cost?

Custo do anúncio. É o valor do investimento dividido pelo retorno.

O que são canais de marketing de performance e como eles se diferenciam?

Canais de vendas: são os diferentes espaços e métodos de se fazer uma venda: o telemarketing, a web ou a equipe de vendas podem ser, cada um deles, compreendidos como um canal de venda. Da mesma forma, os canais de marketing de performance são os diferentes espaços e métodos de se fazer o marketing de performance. Alguns canais são:

Comparadores de Preço:

canais neste modelo podem envolver sites como Buscapé, Zoom e Google Shopping que mostram um comparativo de preços para um mesmo produto em diferentes e-commerces.

Retargeting e/ou Remarketing:

pode envolver canais como Facebook Ads e Google Adwords ou ainda plataformas especializadas neste tipo de mídia como a Criteo, entre outras. É um sistema que acompanha o histórico de navegação do consumidor em algum site que utiliza o recurso e exibe anúncios direcionados ao consumidor conforme seus cliques e interesses de compra.

Marketing de Afiliado:

pode envolver canais como Afilio e Zanox, entre outros. Grandes blogs e canais de conteúdo disponibilizam um espaço para exibir anúncios de parceiros. Se os anúncios gerarem o retorno esperado o responsável pelo blog recebe a verba e a marca tem garantias de que o anúncio foi visualizado, clicado ou converteu “x” vezes.

Facebook Ads:

além do remarketing, o canal do Facebook Ads possibilita a criação de outros anúncios, também mensuráveis que podem gerar vendas, curtidas ou algum tipo de interação nesta mídia.

Google Adwords:

além do remarketing, o canal do Google Adwords possibilita a criação de outros anúncios, também mensuráveis, como a visualização de vídeos no Youtube, cliques em anúncios, etc.

O que são e qual a diferença entre CPC, CPA, CPM?

Estas são abreviações de sistemas de cobrança em performance. As mais comuns são as seguintes:

CPC:

custo por clique. É o custo que o anunciante teve por cada clique que o anúncio gerou;

CPM:

custo por mil. É o custo que o anunciante teve por mil visualizações da campanha;

CPA:

custo por aquisição. é o custo que o  anunciante teve por cada aquisição que o anúncio gerou, podendo ser uma venda, um preenchimento de formulário, a visualização por completo de um vídeo, etc;

Com essas informações essenciais alinhadas, é possível explorar o vasto mundo do marketing de performance e entender na prática, com ajuda de ferramentas de gestão, como esse investimento poderá te ajudar a gerir recursos de divulgação e alcançar melhores resultados.

Quer saber mais? Então, confira nosso e-book sobre este tema e entenda, entre outros fatores, como planejar, iniciar e automatizar uma campanha de performance para gerar resultados! Clique aqui, e baixe gratuitamente esse material.

baixar guia básico de marketing de performance

Close