Top Menu

facebook ads

Tanto o Google AdWords quanto o Facebook Ads são excelentes canais de performance para anunciar produtos e gerar conversões para seu e-commerce. Mas, é claro que cada um deles possui um perfil de público-alvo, e exige abordagens diferentes, funcionando melhor para alguns segmentos.

Para o gestor, o grande desafio é entender qual dos canais possui maior relevância dentro de seu segmento. Além disso, se as estratégias definidas estão realmente positivas e gerando resultados satisfatórios.

Acompanhar os resultados de ambos os canais é fundamental para obter essa percepção, saber quais campanhas ajustar e o que pode estar ou não funcionando. A seguir estão algumas dicas para comparar sua performance no Google AdWords e no Facebook Ads.

 

Qual a melhor forma de comparar resultados do Google AdWords e do Facebook Ads?

O uso de um software de inteligência de marketing de performance poderá ajudá-lo a comparar seus resultados do Google AdWords, Facebook Ads e, inclusive, de outros canais de marketing de resultados em que você invista.

Como todas as informações ficam integradas, será possível consultar e comparar seus resultados com maior facilidade. Além disso, ferramentas como essas podem oferecer relatórios intuitivos sobre suas campanhas ajudando a entender o que fazer.

 

O que é importante comparar entre os canais?

  • Qual dos canais gerou mais cliques;
  • Qual dos canais gera mais conversões;
  • Qual o custo médio da conversão em cada canal;
  • Qual o ROI de cada canal;
  • Se houver várias campanhas em cada canal, qual delas performou melhor e pior em cada um.

Estes são os dados mais básicos que você deve analisar e que podem ajudar na tomada de decisões rápidas sobre suas campanhas.

Certamente você poderá obter mais informações, de acordo com sua estratégia, se desejar.

 

O que fazer com os dados comparados?

 

1) Há poucos cliques no Google AdWords ou no Facebook Ads

Poucos cliques costumam sinalizar um anúncio pouco atraente e isso pode estar associado à uma abordagem ruim ou um direcionamento para um público que não se interessa por seu produto.

Neste caso, é importante: ajustar algo no conteúdo ou segmentação do anúncio.

Pode ser que as imagens, títulos, vídeos e outros recursos que você tenha usado não estejam adequados. Ou ainda, é possível que os anúncios estejam aparecendo para pessoas fora do seu target – o que requer uma melhor análise do público-alvo e escolha da segmentação.

 

2) Poucas conversões no Google AdWords ou no Facebook Ads

Se o problema das campanhas não está nos cliques e sim no número de conversões, é importante analisar o que em seu site pode ter interferido na decisão de compra do consumidor.

Alguns pontos que podem inibir os clientes são: design ruim, informações mal-escritas ou de baixa qualidade, preços e fretes muito altos, falta de segurança no site e problemas de usabilidade (lentidão no carregamento, processo de compra muito difícil e etc).

Os ajustes no site e nos anúncios podem ajudar a aumentar as taxas de conversão dos clientes.

 

3) As campanhas estão ajustadas, mas uma delas possui desempenho muito superior

Se você fez todos os ajustes necessários para divulgar as campanhas com excelente qualidade de exibição e direcionamento e seu site está bom, certamente já estará colhendo alguns frutos em conversões.

A questão é que, por conta dos perfis do público-alvo, é possível que o Google AdWords ou o Facebook Ads apresentem um resultado muito superior ao outro canal.

Com isso, você poderá pausar ou reduzir investimentos no canal com baixa performance e redirecionar seu investimento para o outro canal com uma performance mais relevante.

 

Seguindo estes passos será possível comparar e otimizar resultados de suas campanhas no Google AdWords e no Facebook Ads.

 

Leia também:

Como criar um bom texto para anúncios de performance?

10 dicas para criar anúncios no Facebook que engajem seus clientes

Close