Top Menu

Como usar o Adwords para obter resultados rápidos e eficientes?

Você sabe quais são os dois sites mais acessados do Brasil? Segundo o site Alexa são o Google.com.br e o Google.com – ainda tem o Youtube, que também faz parte do mesmo grupo. Segundo a Serasa, o buscador tem mais que 94% de participação nas buscas no Brasil.

sites mais acessados do brasil - alexa

 

O que isso quer dizer? Que os usuários fazem muitas buscas nesses canais e essas buscas podem representar excelentes oportunidades para seu negócio.  

Não acredita? Segundo a The Pew Internet & American Life, 92% dos usuários encontram o que precisam na Internet por motores de busca e a Advanced web ranking indica que 70% dos cliques acontecem na primeira página.

E o Google oferece essa possibilidade por meio de dois canais: SEO e Adwords:

  • Em se tratando de SEO é preciso desenvolver uma estratégia de conteúdo e outros elementos técnicos que fazem com que o Google identifique seu site como referência para os termos relacionados ao seu negócio. Esse processo não é rápido, geralmente vai levar entre três e seis meses para você conseguir resultados expressivos. Não é preciso (nem possível) investimento para melhorar o desempenho de suas páginas.
  • Já o Adwords é um caminho mais rápido para impactar seu cliente. Por ele você compra anúncios que ficam posicionados no início da página e são apresentados de acordo com a busca realizada pelo usuário. Nele existe investimento, mas sem valor mínimo ou máximo. E investir muito dinheiro não significa maiores retornos. Uma campanha bem desenvolvida será capaz de gerar resultados surpreendentes ao seu negócio.

Mas como obter resultados por meio do Adwords?

Primeiro é preciso entender que geralmente o retorno no Adwords é mais rápido – as palavras-chave aparecem de acordo com a busca do usuário, o que, se for usado de forma estratégica, aumenta as chances de conversão.

Imagine o seguinte cenário, o cliente digita “Comprar TV LG 42’’. Certamente este cliente está mais propenso a compra do que um outro que busca por “TV LG”, que pode estar analisando todo o portfólio de produtos da marca. Por outro lado, estará mais inclinado a comprar o sujeito que busca por “TV LG”, do que aquele que busca, de forma genérica, por “TV”, que pode querer encontrar uma definição para o termo, a história da TV e outros.

Se você quiser entender mais como pode utilizar o Adwords (search e display), já publicamos um material específico sobre o tema aqui no Blog. Também falamos sobre o índice de qualidade de um anúncio. Vale ler esse material para saber mais!

Como melhorar o desempenho do anúncio e conseguir resultados mais rapidamente?

Para facilitar o seu trabalho no Adwords, listamos abaixo uma série de dicas que podem ser aplicadas para que você melhore seu desempenho nesse canal estratégico.

Definição do anúncio por região geográfica

É sempre bom reforçar que você precisa entender onde seu público está, e fazer anúncios relevantes, até para não queimar investimentos. Por exemplo, vamos imaginar que você esteja em São Paulo e venda castanha do Pará, que vem diretamente do estado da Região Norte.

Agora, faz sentido que esse produto seja oferecido a moradores dessa região que já têm fácil (e farto) acesso a esse produto? Outro caso: loja de materiais de construção que comercializa itens como blocos, tijolos e outros produtos da área de construção civil. Se não houver uma delimitação geográfica, sua loja pode impactar uma base que não vai comprar, mas que pode consumir parte do budget com os CPCs.

Cuidados com a páginas de destino

Ao clicar sobre o link o usuário será direcionado a uma página específica, verifique se ele está sendo enviado para o local certo. Se ele busca por celular e chegar à página de decoração, algo está errado. Isso precisa ser corrigido por vários motivos, dentre eles:

 

  • Investimento perdido
  • ROI não será positivo
  • Pode perder o cliente

 

Portanto, não deixe de checar essa informação tão importante. Não configurar a página de destino correta fará com que você perca dinheiro.

Negativação de palavras

No momento da criação da campanha será preciso associar as palavras-chave que deseja impactar com a ação, isso é básico. O Google vai associar seus termos a uma busca realizada pelo usuário, só que algumas dessas palavras podem não ser válidas para o seu negócio ou apenas consumir o budget. Para evitar isso você deve realizar o que se chama de “Negativação de palavras”. Nesse caso você irá fazer um processo inverso: dizer ao Adwords para quais palavras não quer associar seus anúncios. Muito comum, por exemplo, lojas virtuais desassociarem suas campanhas da palavra “grátis” ou “gratuito”. Dentro da plataforma existe a guia “Palavra-chave”. Nela, é possível incluir, segundo informações do Google, as “Palavras-chave negativas”, logo abaixo da tabela principal.

Definição de investimento diário

Outro cuidado importante é justamente a definição do que será investido em cada dia da campanha. Muitos empresários separam um budget (com um valor alto), mas não delimitam o valor gasto por dia em determinado período. Por exemplo, você tem R$ 1.000,00, e quer que esse valor seja o suficiente para alcançar 10 dias. Nesse caso é preciso limitar o investimento de R$ 100,00 diários. Outro erro comum é tornar o anúncio ilimitado, ou seja, não colocar data ou valor máximo. Nesse caso o Adwords vai exibir seu anúncio até que você bloqueie a exibição deles – se não se atentar nessa etapa, você pode ter surpresas com sua fatura no cartão.

Pausa de campanhas de itens fora de estoque

Você cria a campanha, define budget e impacta potenciais clientes para sua loja virtual, mas ocorre um problema: o produto está sem estoque. Você vai pagar pelo clique e não vai ter conversão. Claramente você estará perdendo dinheiro nessa situação. É preciso estar atento e monitorar esses casos. De forma geral, os analistas têm que fazer esse procedimento de forma manual, identificando quais produtos estão sem estoque e precisam ser retirados do ar – mas isso foi simplificado pela Admatic. Com a utilização do software de inteligência de performance da empresa, produtos sem estoque são substituídos por itens da mesma categoria, de forma automatizada. Essa substituição será feita até que não exista mais nenhum produto da categoria em estoque. Isso é possível pois a Admatic se baseia no XML do site, e nele constam todas as informações como estoque e preço.

Atualização automatizada de preço

Do mesmo modo como o estoque, o preço pode ser um dificultador na relação anúncio / site. Por exemplo, você anuncia um produto a R$ 100,00, altera o valor do site para R$ 150, mas esquece de atualizar o anúncio. Nesse caso existem grandes chances do cliente não finalizar a compra ou ainda de se sentir lesado, o que pode ser ruim para a marca. A Admatic também consegue identificar esses cenários e realizar a atualização dos valores praticados nos anúncios do Adwords para que fiquem em conformidade com seu site.

Seguindo essas dicas seu investimento será mais assertivo e você conseguirá resultados mais rápidos e eficientes.


Close