Top Menu

budget de marketing

Está com o budget de marketing restrito? Não tem problema, separamos algumas dicas úteis para ajudar no planejamento

Hoje, todos os canais de performance trabalham com alternativas de um budget de marketing controlado, ou seja, o cliente determina o investimento que está disposto a gastar e consegue distribuir esse valor entre visualizações, cliques, conversões ou a forma de pagamento que ele definiu.

Com isso, um orçamento limitado não precisa ser mais uma desculpa para você deixar de investir em marketing de performance. Você só precisa definir quando está disposto a gastar por mês e começar a segmentar os canais mais relevantes para seu perfil de negócio.

Veja a seguir como definir sua estratégia com atenção ao budget de marketing.

 

1) Defina quanto você possui para investir no marketing

É, sem dúvidas, o primeiro passo e mais importante de todos: definir um valor fixo para seu primeiro investimento em marketing. Quanto, exatamente, você pode direcionar de sua receita para divulgar seus produtos?

 

2) Levante os canais onde seu público está presente

O budget de marketing deve vir sempre após a filtragem de todos os canais relevantes para seu negócio.

Fazer um investimento controlado em um canal que não vai gerar resultados é sempre um custo alto para você, por isso, analise o comportamento de seu cliente e como ele costuma encontrar seu produto. Ele utiliza redes sociais na hora de comprar este item, elas exercem algum grau de impacto/influência de compra? E os sistemas de busca do Google, comparadores de preço e etc?

 

3) Não perca o foco do próprio canal

Não se esqueça que o fato de seu cliente ter, por exemplo, um perfil no Instagram, não indica que ele é ideal para expor seus produtos. Quando um cliente entra no Instagram, a imagem é algo que está em foco; já em comparadores de preço, o valor da oferta é impactante. Se seu produto não possui uma boa foto ou um bom preço, portanto, pode ser irrelevante divulgá-lo nestes locais. Por isso, estude a proposta do canal e se ele é realmente uma opção oportuna para a oferta de seus produtos.

 

4) Não ignore o comportamento dos concorrentes

“Vou fazer algo totalmente diferente dos concorrentes” é um pensamento excelente na hora de criar suas campanhas, mas pode não ser tão bom assim na hora de escolher quais canais explorar.

Mesmo que você amplie sua presença onde os competidores ainda não estão, vale a pena deixar sua marca nos mesmos canais que eles utilizam e que costuma gerar resultados para eles.

 

5) Divida o budget para cada canal

Finalmente, comece a dividir seu budget de marketing para cada canal. Se você não tem muita ideia de retorno de cada estratégia, pode dividir a verba em partes iguais e testar a eficiência dos canais escolhidos. Conforme identificar resultados, pode ajustar o investimento dos próximos meses, garantindo uma verba maior para onde consegue melhores resultados e limitando o orçamento de canais de baixo retorno.

 

6) Crie sua campanha – sem esquecer de programar limites

Crie a campanha e defina o budget destinado para ela conforme a natureza do canal. Para alguns deles você poderá definir um orçamento diário ou mensal, controlar quanto quer pagar por views, cliques ou aquisições. Tenha clareza de que todas as definições são de seu conhecimento e que não haverá surpresas com seu saldo no final do mês.

 

7) Analise os resultados de cada canal

Pense como um acionista que investe na bolsa de valores: ele possui uma verba distribuída em 3 ações e, na média, a receita dele está crescendo um pouquinho. No entanto, duas geram retorno e uma só está em um declínio constante. O que pode acontecer mais pra frente? Ou, o que poderia acontecer agora caso ele simplesmente parasse de perder dinheiro na ação ruim?

Quando pensamos em marketing é a mesma coisa. Ainda que os resultados gerais sejam bons, você precisa analisar os resultados individuais de cada canal. Do contrário, você ganha dinheiro de um lado e perde do outro.

 

8) Não tenha medo de mudar o que for preciso

Uma frase atribuída a Einstein diz que “insanidade é fazer sempre a mesma coisa, esperando obter resultados diferentes”. E a frase tem seu fundo de razão. Se você possui resultados medíocres e continua mantendo as mesmas ações, pouca coisa vai mudar.

Por isso, use relatórios para tomar ações práticas e não para gerar pilhas de dados sobre suas campanhas de marketing. Identifique campanhas de baixa performance, mude suas estratégias, teste de novo, altere textos e imagens, faça diferente e, se no fim das contas nada der certo, pause as campanhas e foque onde tiver resultado. Sua única adversária é a estaticidade.

 

9) Amplie seu investimento quando tiver resultados

Você investiu um determinado valor em marketing há um ano, a empresa cresceu e suas expectativas de resultados também. Com isso, é natural que o budget anterior deixe de fazer sentido e que você precise investir mais e apostar em novos canais.

O marketing deve sempre acompanhar seu crescimento para que você continue ampliando resultados e atingindo mais pessoas. Isso só é possível quando você começa a atrelar seu investimento em marketing à receita gerada por suas campanhas. Você pode, por exemplo, estabelecer que seu budget de marketing digital será sempre fixado em algo como 15%, 30%, 50% do total do valor arrecadado com as conversões de performance.
Com estes passos, fica fácil escolher os canais estratégicos para seu negócio e com total controle de seu budget de marketing!

Close