Top Menu

canais do Google

Como usar os canais do Google para branding e performance?

Os canais do Google são bastante diversificados para se trabalhar estratégias de branding e de performance. O mais importante é você saber distinguir a utilização de cada um e qual deles funciona melhor para seu negócio e estratégia.

Confira a seguir algumas dicas para utilizar os canais do Google em suas estratégias de branding e de performance:

Branding

Quando sua estratégia é focada em Brand Awareness, a melhor alternativa é apostar na Rede de Display do Google AdWords. Isso envolve a criação de anúncios para serem exibidos em sites parceiros ao do buscador, campanhas no Youtube e outros canais parceiros que utilizem rich media, como vídeos e imagens.

Quais indicadores utilizar para uma boa estratégia de branding?

  • Visualizações/ Impressões
  • Engajamento/ Cliques

Aqui estamos falando em indicadores de impacto. Eles geram alguma experiência, ou mesmo ação em relação à exposição da marca. No entanto, ver ou interagir com o anúncio já é o bastante, sem a necessidade de geração de receita imediata.

O foco do branding é gerar visibilidade de forma massiva, ou seja, o valor investido impacta muitas pessoas, como o comercial de TV ou o outdoor no meio da estrada, mas o cliente não necessariamente irá comprar o produto naquela hora. Mas, ele foi, sim, impactado pela marca e pelo que ela oferece.

Performance

Se o seu foco é gerar a compra imediata de um produto ou serviço, sua estratégia precisa considerar os canais do Google focados em performance, como Rede de Pesquisa do AdWords e o Google Shopping ou de Display com foco em conversão. Um exemplo seriam banners que linkam para e-commerces onde é possível fazer toda a jornada de compra, ou seja, ser impactado pelo anúncio, clicar nele, entrar no site, colocar o item no carrinho e fechar a compra, fazendo o pagamento.

Quais indicadores utilizar para uma boa estratégia de performance?

  • Conversões
  • Receita

Aqui estamos falando em indicadores de retorno financeiro, ou seja, a ação gera um número de conversão e uma receita que pode ser acompanhada. Ver o anúncio não basta, é preciso que o cliente faça uma trajetória completa de compra – sendo impactado pelo marketing e executando uma ação onde faz um pedido daquele item.

O foco da performance é sobretudo ter controle dos valores destinados à marketing e o ambiente digital tem oferecido muitas facilidades nesse sentido. O mero engajamento pode gerar custos com impressões e cliques e a campanha não se pagar, por isso, é esperado que haja uma receita.

Esta é a forma mais eficiente de utilizar os canais do Google, sabendo quando e onde trabalhar estratégias de branding e de performance!

Close