Top Menu

 

9 dicas para obter uma alta performance em vendas

Para seu e-commerce alcançar uma alta performance em vendas é preciso seguir alguns pontos básicos. Veja quais são eles

“Como vender mais” é algo que todos que trabalham com varejo querem saber e, para os gestores de e-commerce, obter uma alta performance em vendas é uma busca constante para o negócio poder sobreviver. Para ajudar nesse campo, abaixo separei 9 itens que estão correlacionados à estratégia de marketing e posicionamento da marca e fazem toda a diferença para quem espera vender mais. Alguns dos itens podem parecer de outra ordem, como é o caso da atenção com a logística, por exemplo, mas creia: todos eles se associam diretamente ao marketing, posicionamento, imagem e às vendas e conversões que você espera obter.

Como obter uma alta performance em vendas em 9 passos:

1 – Faça um bom planejamento das ações, mas seja prático na hora de executá-las

Todo resultado vem apenas após uma boa dose de planejamento, mas só ficar planejando também não é adequado. Há um conceito bem legal entre as startups que é o de MVP (Minimum Viable Product) ou mínimo produto viável. Você precisa do mínimo para o negócio funcionar sem problemas de ordem grave ou gravíssima. Um exemplo: um e-commerce não pode funcionar sem um protocolo SSL, por lei, porque isso poderia gerar problemas graves de segurança com os dados do consumidor. Mas o gestor pode decidir não fechar todo o design sobre os produtos no site e se irão aparecer em grades de 10  ou 20 por página, por exemplo. Assim, isso pode ser colocado de qualquer uma das formas e depois o gestor consegue testar do outro jeito e ver de qual forma isso funciona melhor. Vender exige uma boa dose de atenção e, claro, de muita prática também!

2 – Aprenda com erros do passado, mas tenha um olhar atento ao futuro

Se você perdeu alguma venda por qualquer razão ou recebeu alguma reclamação, foi mal avaliado por alguém que comprou em seu site, então não basta tentar solucionar aquele caso, com aquela pessoa. Vale sempre se perguntar o quanto a reclamação tem a ver com algum processo que vem sendo adotado pelo e-commerce e se alguma mudança sutil não poderia melhorar as coisas nesse campo. Repetir os mesmos erros é pouco inteligente e é como ver a empresa andando em direção a um abismo sem tentar impedir sua queda. Essa atenção é essencial para melhorar a relação com o consumidor, conquistar novos clientes e ampliar seus resultados com a alta performance em vendas que você tanto espera.

3 – Invista em marketing, mas tenha total controle de resultados

É unânime que investir em marketing digital é básico para qualquer e-commerce. Mas é um erro achar que você está fazendo um marketing suficientemente bom para tornar sua marca conhecida e sua empresa vender exponencialmente mês após mês porque, afinal, você publica três novos posts por dia no Facebook. Além do alcance orgânico dessa rede social ser bem baixo, sem mensurar dados será difícil entender o que está acontecendo com seu ROI. Mesmo sem envolver dinheiro, você terá custos: de gente ou de tempo para fazer o trabalho. Às vezes vale mais a pena investir em mídia paga, mas podendo controlar todos os resultados, do que perder tempo com algo sobre o qual você não tenha nenhum controle. Seja lá como preferir, faça sim o trabalho – pago ou gratuito (e de preferência, ambos) – de divulgação, mas controle seu retorno sobre o investimento e a margem de lucro que você obteve. O marketing de performance pode ser uma boa saída para isso.

4 – Crie seu site, mas não creia que ele está “pronto”

Nada e nem ninguém que se considere muito pronto e completo tende a ir muito longe. O fato de você ter, em teoria, finalizado o trabalho com seu site, não significa que não há melhorias e implementações que ainda possam ser feitas. Testar novas experiências com ele, posicionar o botão de conversão em um lugar diferente, mudar o estilo de texto, apresentar melhor as fotos e descrições de produto são implementações possíveis e necessárias. Seu consumidor está em constante transformação e o seu site também deverá estar caso queira atendê-lo melhor e obter uma alta performance em vendas.

5 – Inove, mas sem embarcar em modismos sem fundamento

Ou seja: inove, mas sem seguir outras experiências só porque elas deram muito certo com algum outro negócio – e que nem tem nada a ver com seu público, perfil e segmento. Inspire-se por inovações e estratégias de outras empresas, mas crie sua própria história e táticas para dialogar com o consumidor. Algo que está muito em voga poderá simplesmente não funcionar para seu ramo de negócio se você não estudá-lo melhor e compreender o background de seu cliente. Vender mais tem a ver com criar a experiência certa para a pessoa certa, para isso estude seu segmento antes de embarcar em alguma ideia “inovadora” e, se puder, trace sim a sua própria rota.

6 – Trabalhe a equipe, mas selecionando muito bem quem te representa

Não adianta o trabalho todo do seu e-commerce ser maravilhoso se na hora que o cliente precisa receber algum atendimento, a equipe que atendê-lo estiver despreparada, ter zero informações ou ser descortês. Obter alta performance em vendas só é possível para quem costuma olhar cada etapa do negócio e como ela estimula ou impede a relação entre seu consumidor e a sua loja. Por isso, tenha um bom time de atendimento e sintonizado ao que você acredita e à forma como pretende se posicionar!

7 – Use novas tecnologias, mas de forma estratégica

Todo dia aparece um novo gadget, um novo software ou app que vai mudar a sua vida e de seu negócio. Mas, a pergunta é: será mesmo? Será que vale a pena parar alguém da equipe para te cadastrar em cada nova mídia social que aparece ou sair à esmo, baixando softwares e adotando zilhões de aplicativos? Às vezes vale sim utilizar muitos deles, mas isso precisa ser bem pensado e compreendendo exatamente como essa tecnologia irá atuar na melhoria de suas vendas. Uma dica é mirar naquelas que ofereçam algum tipo de relatório ou controle de resultados. Sem isso, pode ser difícil entender como o investimento te ajuda a melhorar sua performance em vendas.

8 – Ofereça algo útil para o consumidor, mas sem esquecer de ouvi-lo

Existe um abismo entre o que você considera útil e o que o seu consumidor considera relevante para si mesmo. Essa medida deve ser entendida e respeitada se você espera conseguir alta performance em vendas, até porque, quem dá a cartada final é sempre, sempre, o seu cliente. E se ele não achar o produto útil, ou a apresentação dele interessante (escolha de imagens, embalagem, etc), é ele quem irá decidir por ou desistir de comprar. Como fazer isso? Com pesquisa de mercado, questionários pós-venda com perguntas sobre a experiência de compra e testes no site que identifiquem perfis de comportamento do seu público.

9 – Venda, mas continue trabalhando duro após a confirmação do pagamento

Não é porque o cliente já pagou a compra que a venda acabou. A roda ainda precisa girar e um cliente satisfeito é fundamental para isso: se ele se manter fiel à loja, ele poderá indicá-la para outras pessoas se gostar muito da experiência que teve. Aqui, vale apostar em um excelente pós-venda: com uma entrega de ponta, no prazo, e tudo muito bem transportado até o recebimento. Vale personalizar a experiência de entrega e também do marketing que se seguirá, com campanhas de remarketing e marketing one-to-one, onde os produtos ofertados são aqueles que certamente estão alinhados ao perfil de consumo daquele cliente. Saiba preservar a relação que você conquistou e as vendas irão continuar de forma natural!

Estes passos são alguns dos mais básicos para quem deseja conquistar uma alta performance em vendas e preservar a sustentabilidade do negócio por um um longo tempo.

Close