• RJ +55 (21) 3504.7444 - SP +55 (11) 3454.3274
  • [email protected]
Top Menu

Otimize seu Investimento em Marketing de performance

Já falamos em posts anteriores sobre o marketing de performance e sua importância para lojas virtuais. Por meio de algumas ações que analisam o comportamento de cada usuário você consegue trazer visitantes mais qualificados, atingindo um público mais propenso a conversão, o que pode melhorar o seu  ROI.

Para que você invista melhor, é necessário traçar uma estratégia. Será importante entender a necessidade de um planejamento. Análise de mercado, definição do público alvo e a estruturação de um plano de atuação são as premissas para que você não se perca durante o processo e otimize o investimento, potencializando os ganhos. Os canais mais comuns para performance são search (rede de pesquisa), comparadores, retargeting e afiliados.

Destes citados acima, cada tipo de loja virtual se adéqua melhor a um deles, existem algumas mais estratégicas que outras, mas isso depende do seu público alvo.

Nossos especialistas em Marketing prepararam uma lista com 4 dicas para reduzir o seu investimento em marketing de performance e manter o seu desempenho.

1 – Faça investimento em banners dinâmicos

Existem empresas que tem a possibilidade de investimento maior na parte gráfica e dependendo do mercado, esse poder de investimento pode ser estratégico. A agência ESV desenvolveu um campanha para a Game Orange com o objetivo de “Maximizar o valor dos visitantes a partir da personalização de banners de retargeting”. Foi proposta uma ação com banners tradicionais, mas em paralelo o time de criação da agência produziu uma série de banners dinâmicos, utilizando técnicas de “gamification” para clientes que não realizaram compra após a primeira visita.

Dentro da mesma campanha foi possível medir o impacto de ações com banners tradicionais se comparados as de banners dinâmicos. O resultado foi que os dinâmicos são mais efetivos. A taxa de conversão pós-clique aumentou quase 3 vezes. O CPA (Custo Por Aquisição) pós-clique diminuiu 78%, enquanto a taxa de clique aumentou 38%. Se houver a possibilidade de investir em banners dinâmicos, não exite.

2 – Segmente (mesmo) a campanha

Quando falamos de segmentação de campanhas de performance, não estamos falando apenas sobre público-alvo, definido por sexo, idade ou outras informações comuns. A segmentação pode envolver muitos outros aspectos. Por exemplo, definir o canal onde cada produto performa melhor (O produto X consegue maior conversão em comparadores, enquanto o produto Y tem números melhores em afiliados).

Outro fator importante, muitas vezes deixado de lado, é a utilização do critério de geo-localização. Ele auxilia a priorizar regiões onde o desempenho tem sido melhor ou, dependendo da estratégia, que não estão apresentando os números esperados. Um exemplo real disso é o case do projeto desenvolvido pelo e-commerce Flores Online. Segundo publicado no portal da Apadi – Associação Paulista de Agentes Digitais, depois do início das ações de performance houve uma ampliação de 36% das vendas da loja virtual para clientes de fora de São Paulo. Ou seja, como já estava consolidada localmente, a empresa traçou estratégias para melhorar o alcance da marca em outras regiões.

3 – Faça melhor que a concorrência (Evite atirar para todos os lados)

Mapeie seus concorrentes, liste-os e analise a estratégia de marketing de performance de todos. Não adianta atirar para todos os lados. Olhe para sua base de dados, procure públicos semelhantes aos seus melhores compradores.

Quer exemplo de cases positivos? Se seu mercado for de vendas focadas em B2B, um case muito interessante é o da Kasvi, empresa que trabalha com equipamentos para laboratórios. Com investimento em links patrocinados a empresa conseguiu sair de um CTR (Taxa de Cliques) de 2,45% para 4,90%, e com a otimização dos termos de busca conseguiu aumentar o CTR com uma redução de 25% no investimento. Ao analisar esse tipo de case é possível notar que antes do resultado, a loja não tinha uma estratégia de segmentação definida. Olhe para o seu nicho de mercado e entenda o seu consumidor alvo.

4 – Monitore os resultados e invista em um software de gestão

Você precisa monitorar os seus KPIs, ou indicadores das campanhas. Eles contribuirão para identificar quais ações tem gerado o resultado esperado e quais precisam ser melhoradas. Dados como fonte de tráfego web, que apontam a origem das visitas de sua loja virtual são essenciais, principalmente se suas ações tem como foco aumentar o número de usuários que acessam o site.

Ter vários canais de marketing de performance pode confundir a cabeça de quem faz a gestão. Um exemplo: quando for realizada a alteração de preço na loja virtual, sem otimização será preciso alterar os valores em todas as campanhas, uma a uma. Você consegue imaginar como isso impacta a sua operação? Por isso, você deve investir em softwares de gestão de marketing de performance. Com eles é possível diminuir o erro, além de facilitar seu dia-a-dia com a redução do trabalho manual. Assim, você pode focar em outras áreas do negócio, como traçar estratégias e analisar o resultado das campanhas para depois aprimorá-las.

Melhorar o investimento é  parte da estratégia para que você economize e ainda assim, consiga bons resultados. Investir em todos os canais e aumentar o budget não quer dizer que você terá uma campanha de sucesso, é preciso alinhar estratégias, se organizar e unificar seus anúncios em um único software de gestão .

Aqui no blog da Admatic você encontra as melhores dicas e soluções para a gestão da sua loja. Não deixe de conferir os outros artigos.

Close